Imprimir

Comunicação - Notícias

Professor participa de atividades em Brasília


Professor participa de atividades em Brasília

O professor Paulo César Carbonari participou de várias atividades em Brasília nos dias 05 e 06 de setembro.

No dia 05, participou da Plenária Nacional contra o Ódio e a Violência, organizada por várias entidades do movimento social e do movimento de direitos humanos. Na atividade o professor Paulo participou da mesa de debates onde pontuou reflexões sobre o tema do encontro. Com Aquile Mbembe, lembrou que “há um processo patrocinado pelas forças “necropolíticas” que é sinônimo de acabar com os direitos humanos, matando os sujeitos dos direitos humanos, eliminando vidas através da promoção da violência direta, morte, e senão assim, por seu aprisionamento ou precarização marcados pela segregação”.

Em contrapartida afirmou que “Contra ela lutam os que entendem ser necessário reconstruir processos populares de promoção da vida, que querem sempre seja “Vida em Abundância””. Disse que “Nosso tempo manda que não basta resistir; é preciso disputar e propor, exercer a “profecia” (denúncia e anúncio)”. Insistiu que o “Nosso principal desafio é criar novos, criativos e amplos espaços públicos nos quais os/as diversos/as possam aparecer e dizer, para fazer política na rua. Isso ajudará a dissipar sombras e brumas. Só com rodas de conversa, vigílias, assembleias públicas, círculos de cultura, processos formativos, atelieres artísticos, enfim, as mais diversas formas de ação e de interação”.
Na noite daquele mesmo dia fez uma palestra no Auditório da Faculdade de Direito da UnB onde tratou dos Direitos Humanos no Brasil atual tendo sido assistido por alunos do Programa de Pos-Graduação em Direitos Humanos e Cidadania e de diversos cursos de graduação. A promoção da atividade foi do Núcleo para a Paz e os Direitos Humanos (NEP), coordenado pela professora Nair Heloisa Bicalho.

No dia 06 de setembro foi membro da banca de defesa de dissertação de mestrado no Programa de Pos-Graduação em Direitos Humanos e Cidadania da UnB de Renata D´Ávila que tratou das ocupações de escolas de ensino médio como mediação para a formação de sujeitos de direitos com o título “Lute como uma garota”. A mestranda foi aprovada com distinção e com os cumprimentos à sua orientadora, professora doutora Nair Heloisa Bicalho.

Para assistir a Plenária Nacional ver https://www.youtube.com/watch?v=Ncn8wjS76g8&feature=youtu.be


Newsletter