Imprimir

Extensão | Atividades Filosóficas | Seminários Temáticos

Giorgio Agamben (2013)


Cronograma das Comunicações

Apresentação

Giorgio Agamben nasceu em 1942 na Itália e formou-se em Direito no ano de 1965 na Universitá di Roma. Foi professor de filosofia e estética da Università di Venezia. Frequentou os seminários de Martin Heidegger de 1966 e 1968. É responsável pela edição, em italiano, das obras de Walter Benjamin. Foi diretor de programa de pesquisa junto ao Collège International de Philosophie em Paris de 1986 a 1993. Foi professor visitante da New York University, antes de decidir a não mais entrar nos Estados Unidos em protesto contra a política de segurança do governo Bush.

A produção de Agamben se concentra na relação entre a filosofia, a literatura, a poesia e, fundamentalmente, a política. Através da continuação das pesquisas iniciadas por Walter Benjamin, Foucault e Hannah Arendt, retoma as categorias da biopolítica e dos campos de concentração, resultando em contribuição significativa na compreensão e problematização do desenvolvimento da filosofia política atual. O aprofundamento de suas teses sobre os Campos de concentração, homo sacer e a vida nua se tornaram indispensáveis no momento em que testemunhamos acontecimentos como os da prisão de Guantánamo, onde supostos terroristas árabes são martirizados, além do elevado extermínio da população palestina na Faixa de Gaza. O homo sacer é apresentado como um ser no limiar da animalidade, uma criatura desprovida de significado e suscetível ao descarte.

Dentre suas principais obras destacam-se: Estâncias: a palavra e o fantasma na cultura ocidental (1977), Infância e História: destruição da experiência e origem da história (1978), A Linguagem e a Morte: um seminário sobre o lugar da negatividade (1982). A partir de 1995, com a obra Homo sacer ocorreu uma guinada filosófica nas obras do autor. Com ela Agamben ganhou notoriedade internacional e passou a ser estudado em muitas academias, embora ainda em construção. O conjunto da obra, até o momento, está composto de Homo Sacer I, II.1, II.2, II. 3, e III. Com estes volumes o autor ganhou uma especial atenção, principalmente pela radicalidade com que passou a repensar as categorias políticas e jurídicas da atualidade.

No século XX assistimos os Estados usarem indiscriminadamente a violência. Foi o século do genocídio, da limpeza étnica, do holocausto e, na América latina, dos desaparecimentos forçados, das torturas e da repressão patrocinadas pelas ditaduras civis-militares dos anos 1960-1980. Foi o século, no qual o controle da vida passou a ser o elemento determinante da ação do governo, a vida passou ao centro do discurso político e econômico. Frente aos desafios que se impõe atualmente Agamben é um pensador que com sua renovada reflexão sobre a política e com sua sensibilidade teórica diante dos acontecimentos tem muito a colaborar, pois sua filosofia está profundamente preocupada com a forma de vida que este sistema recria.

 

Objetivos

Geral

Refletir sobre temáticas filosóficas atuais com base no pensamento de Giorgio Agamben.

Específicos

1. Aprofundar o debate sobre o pensamento filosófico de Giorgio Agamben, sua importância para a filosofia do século XXI;

2. Proporcionar o diálogo da filosofia com outras áreas do conhecimento, especialmente a política, o direito e a ética a partir do pensamento de Giorgio Agamben;

3. Contribuir com a sistematização e publicação do conhecimento sobre temas referentes ao pensamento de Giorgio Agamben através da publicação de textos de pesquisadores participantes do seminário;

4. Contribuir com a sistematização e publicação do conhecimento sobre temas referentes ao pensamento de Jean-Paul Sartre através da publicação de textos de pesquisadores participantes do seminário;

 

Público

Docentes, discentes e pesquisadores do âmbito da Filosofia e áreas afins.
Limite de vagas: 150 participantes

 

Programa

05/06 – Quarta-feira – Seminário de sensibilização

19:30h Conferência – "Agamben: O homo sacer, uma vida abandonada pelo direito".
Dr. Castor Bartolomé Ruiz (UNISINOS)

21/08 – Quarta-feira

19:00h Abertura
19:30h Conferência – Altíssima Pobreza e as Noções de Direito e Lei
Dr. Sandro Chignola (Università di Padova - Itália)

22/08 – Quinta-feira

13:30h Comunicações
15:00h Painel: Direito, Política e Filosofia
  Ésio Francisco Salvetti (IFIBE) e Evandro Pontel (PUC-RS)
Márcia Junges (Unisinos) e Eduardo Tergolina Teixeira (Unisinos)

19:30h

Conferência: Ética, Política e Economia em Giorgio Agamben
Dr Selvino Assmann (UFSC)

23/08 – Sexta-feira

13:30

Comunicações
15:00h Painel: Diálogo entre Foucault, Arendt e Agamben
Dr. Selvino Assmann (UFSC); Ddo. Iltomar Siviero (IFIBE) e Ddo. Valdevir Both (IFIBE)
19:30h Conferência: Direitos Humanos e Estado de Exceção
Ddo. Gustavo Oliveira de Lima Pereira (PUC-RS)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conferencistas – Breve Currículo

Prof. Dr. Castor Bartolomé Ruiz (Unisinos)

Possui doutorado em Filosofia - Universidad de Deusto, Bilbao (1999), Pós-Doutorado em Filosofia - Instituto de Filosofia do Consejo Superior de Investigaciones Científicas da Espanha (CSIC, 2006). Mestrado em História - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, 1995). Pós-Graduação Latu Sensu em História - Faculdades Ipiranga SP (FAI, 1992). Graduação em Filosofia - Faculdades Ipiranga, SP (FAI, 1990). Graduação em Filosofia - Universidade de Comillas, Madri, 1984. Atualmente é Professor Titular (PT) no Programa de Pós-Graduação-Filosofia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Coordenador da Cátedra Unesco de Direitos Humanos. Secretário da Associação Ibero Americana de Filosofia Política (AIFP). Coordenador do Grupo de Pesquisa CNPq, Ética, biopolítica e alteridade. Leciona na graduação de filosofia e outros cursos as cadeiras de Antropologia Filosófica, Ética geral, Filosofia Política, Filosofia dos séculos XVI-XVII, Filosofia contemporânea. Ministra cursos temáticos na pós-graduação e pesquisa nas áreas de ética, subjetividade, alteridade, poder, violência, direitos humanos e democracia.

Prof. Dr. Sandro Chignola

Nasceu em Verona, Itália, em 1961, é professor titular de Filosofia Política do Departamento de Filosofia da Universidade de Pádua. Formou-se em filosofia na Universidade de Pádua (1984) e, em seguida, doutorou-se em História do Pensamento Político (1987-1990) da Universidade de Turim. É membro do conselho editorial de várias revistas. Atualmente é membro da Direção do Programa de Doutorado em Filosofia Università di Padova. Tem mais de 80 artigos publicados em italiano, francês, Inglês, alemão, espanhol, polonês e português. Também escreve regularmente para o jornal italiano "Il Manifesto".

Prof. Dr. Selvino Assmann (UFSC)

Possui graduação em Filosofia pela Faculdade Filosofia N Sra Imaculada Conceição Viamão(1967), graduação em Teologia pela Pontificia Università Gregoriana(1970), mestrado em Teologia pela Pontificia Università Gregoriana(1971), mestrado em Filosofia pela Pontificia Università Lateranense(1973) e doutorado em Filosofia pela Pontificia Università Lateranense(1983). Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina, Membro de corpo editorial da Ethic@ - Revista Internacional de Filosofia da Moral, Membro de corpo editorial da INTERthesis (Florianópolis) e Revisor de periódico da INTERthesis (Florianópolis). Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia Política. Atuando principalmente nos seguintes temas: Filosofia da história, História das Idéias, Conceito de filosofia, Pensamento latino-americano, Pensamento político.

Prof. Ddo. Gustavo Oliveira de Lima Pereira

Doutorando em Filosofia pela PUC/RS (bolsista CNPq). Possui graduação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2005). Especialização em Ciências Penais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do sul (2007). Mestre em Direito Público pela Unisinos (2009). Tem experiência na área de pesquisa acadêmica, com ênfase em Direito Internacional e Cosmopolitismo, internacionalização do Direito, Proteção Internacional para Apátridas e Refugiados, criminalização do estrangeiro, Tribunal Penal Internacional e proteção internacional dos Direitos Humanos, ética da Alteridade, Hospitalidade, democracia por vir, Filosofia Política, Filosofia e Teoria do Direito. Professor de Direito Internacional e Teoria do Direito na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e dos Cursos de Extensão em Direitos Humanos e hospitalidade vinculado a Faculdade de Filosofia do Instituto de Desenvolvimento Cultural - IDC e ao Curso de Relações Internacionais da Escola Superior de Propaganda e Marketing - ESPM. Autor do livro "A pátria dos sem pátria: direitos humanos & alteridade", publicado em 2011, obra que articula direito internacional, direitos humanos, ética e filosofia política.

 

Comunicações

Pesquisadores das temáticas que serão discutidas no Seminário poderão apresentar propostas de COMUNICAÇÃO. Para tal deverão tomar em contas as orientações a seguir:
1. O tema da comunicação deve estar em consonância com o tema do evento, dialogando  com um ou mais dos seguintes temas/conceitos: ética, política, direitos humanos, democracia e economia em dialogo com pensadores com Giorgio Agamben e temas e autores correlatos.
2. Enviar à Comissão Organizadora RESUMO EXPANDIDO (se em outro idioma, enviar também tradução para o português).
2.1. O RESUMO EXPANDIDO deverá ser um texto com no máximo de 500 palavras, com título, autoria, filiação institucional (se houver), e palavras-chave (até cinco) em formato Word (arquivo.doc), em folha A4, fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço entre linhas simples.
2.2. O Resumo Expandido deve ser enviado já com REVISÃO ortográfica e gramatical e PADRONIZADOS conforme as normas e técnicas indicadas abaixo.
3. As propostas de comunicação (Resumo Expandido) deverão ser enviadas à Comissão Organizadora do Seminário por via eletrônica para o seguinte endereço: E-mail: extensao@ifibe.edu.br (Fone de contato da Secretaria Geral do IFIBE: (54) 30453277)
4. As propostas de Comunicação recebidas pela Comissão Organizadora serão submetidas à COMISSÃO CIENTÍFICA, a quem caberá se pronunciar, aceitando ou não a proposta. Todos/as os/as proponentes de comunicação serão informados do resultado da apreciação da Comissão Científica. Não haverá recurso da decisão da Comissão Científica.
5. O CRONOGRAMA das comunicações será publicado em www.ifibe.edu.br até (15/08/2013):
6. As comunicações aceitas serão apresentadas pelos/as autores/as durante o Seminário, conforme programação do evento e em horário e local a ser posteriormente divulgado.
7. Todas as comunicações ACEITAS serão publicadas integralmente (Texto Completo) em formato eletrônico (CD ROM) pela coordenação do evento. OBS: Caso a comunicação já tiver sido publicada, é necessário apresentar em nota de rodapé a informação sobre a primeira publicação e enviar, se for o caso, autorização da primeira Editora para a nova publicação.
8. Somente serão incluídas na programação do evento e publicadas as propostas de comunicação aceitas pela Comissão Científica cujos autores tiverem, feito a INSCRIÇÃO para participação no evento.
9. As normas técnicas para apresentação do Texto Completo são as seguintes (TODOS OS TEXTOS DEVEM SER ENVIADOS SEGUINDO ESTAS NORMAS. O NÃO SEGUIMENTO DELAS IMPLICA O SEU RETORNO AO PROPONENTE PARA RETIFICAÇÃO):

ATIVIDADE/PRAZO

Apresentação de Proposta de Comunicação (Resumo e Texto) - Até 12/08/2013
Parecer da Comissão Científica - Até 14/08/2013
Divulgação do Parecer da Comissão Científica - Até 15/08/2013
Prazo Final para Inscrição dos/as Autores/as de Comunicação - Até 12/08/2013
Divulgação da Programação Definitiva - Até 16/08/2013

9.1. Citações ou comentários no corpo do texto deverão ser referidos no sistema autor/data, entre parêntesis. Ex: (SARTRE, 2001, p. 23).
9.2. Notas de Rodapé deverão ser feitas no sistema numérico e conter apenas comentários ou complementações ao texto a que se referem.
9.3. As referências pelo sistema autor/data deverão ser apresentadas de forma completa ao final do texto em Referências Bibliográficas, seguindo as normas da ABNT. Ex: SARTRE, Jean-Paul. SARTRE, Jean-Paul. A imaginação. 7. ed. Trad. Luiz Roberto Salinas Fortes. São Paulo: Difel, 1985. Solicita-se atenção para quando um mesmo autor tiver mais de uma obra referida no mesmo ano. Neste caso é necessário incluir letras em ordem alfabética nas datas da bibliografia (tanto no sistema autor/data quanto na lista de referências bibliográficas).
Quando o nome do autor já consta na frase do texto e está próximo à citação, referir ao final da citação somente o ano e página. Ex: Segundo Sartre: “o homem que eu sou se o apreendo tal qual é neste momento no mundo, descubro que se mantém frente ao ser em uma atitude interrogativa” (2000, p. 44).
9.6. Citações de até três linhas devem ser mantidas no corpo do texto, entre aspas. Citações de quatro ou mais linhas devem ser destacadas, com tamanho de letra menor e sem aspas.
9.7. Em caso de citação, usar apud no sistema autor/data e somente referir a obra da qual foi colhida a citação (não referir a obra original). Ex: (SARTRE, apud BORNHEIM, 1984, p. 23).
9.9. No caso de artigos de periódicos, também referir no sistema autor/data e na lista de referências seguir as normas da ABNT para referência a artigos de periódicos. Ex: SILVA, F. L. Literatura e experiência histórica em Sartre: o engajamento. In: Dois Pontos, v. 3, p. 69-81, 2006.
Citações parciais devem ser antecedidas, intercaladas ou finalizadas com colchetes e reticências [...]. Ex: “o olhar sob o qual o que é se transforma em imagem [...] só há compreensão quando o conceito transcende o que ele quer apreender” (ADORNO, 1988, p. 353).

 

Comissão Organizadora

Prof. Dndo. Ésio F. Salvetti (IFIBE)
Prof. Dndo. Paulo César Carbonari (IFIBE)
Prof. Dndo. Iltomar Siviero (IFIBE)

 

Comissão Científica

Prof. Dr. José André da Costa (IFIBE)
Prof. Dndo. Iltomar Siviero (IFIBE)
Prof. Me. Diego Ecker (IFIBE)
Prof. Ddo. Valdevir Both (IFIBE)

 

Inscrições

Vagas: 150
Investimento: Ouvinte: R$20,00 | Participante (comunicação): R$ 50,00
Prazo: 12 agosto
Mais informações: 55 (54) 3045-3277 (tarde e noite) | ifibe@ifibe.edu.br
Preencha o formulário de inscrição e em seguida faça o pagamento do valor correspondente a sua modalidade de inscrição através do PagSeguro.

 

          Ouvinte: R$20,00 Participante (comunicação): R$ 50,00  
 

 Certificação

Os participantes receberão certificação nas seguintes modalidades:
Comunicador/a: mediante inscrição, pagamento da inscrição, cumprimento das normas para as comunicações, aprovação do resumo e apresentação da comunicação.
Ouvinte: 30 horas, mediante inscrição, pagamento da inscrição, e comprovação de frequência mínima de 75% das atividades.

 

Local e informações

Instituto Superior de Filosofia Berthier (IFIBE)
Auditório Enrique Dussel
Rua Senador Pinheiro, 350 – Passo Fundo, RS
IFIBE - (54) 3045 3277

 


Visualizar R. Sen. Pinheiro, 350 - Vila Rodrigues em um mapa maior


Newsletter